domingo, 29 de dezembro de 2013

JD ITATINGA: DENUNCIA DE MAUS-TRATOS, LEVA PROTETORES, ATIVISTA E POLICIA AO LOCAL

CACHORRO ESTAVA SENDO ESPANCADO
Após o recebimento de uma denuncia de que um cão, doente estava sendo agredido Na Area de
Prostituição do Jardim Itatinga em Campinas, Protetores Ligados a causa animal, (Independentes, 269 life e ABNTP), se organizaram rapidamente pelo Facebook e compareceram rapidamente ao local.
Quando os primeiros protetores chegaram puderam constatar com populares locais a veracidade das informações, porem o cão não estava mais no local.
Durante a Mobilização pelo face a Policia Militar foi por varias vezes marcada em seu perfil, virtual, O que fez com que a corporação enviasse também efetivo ao local, para verificar as denuncias;
Ainda segundo Populares a Policia esteve no local, cerca de 40 Minutos antes da Chegada dos Ativistas, Perguntaram sobre o cão, fizeram varias abordagens, Revistaram varias pessoas, e demais encaminhamentos de Praxe .
Os ativistas percorreram todo o bairro em Busca do animal, mas sem exito, porem foi encontrado algo em Torno de 60 Cães de Rua , sem contar os Gatos, uma situação realmente muito deprimente para uma cidade tão rica como Campinas.
A     ABNTP,parabeniza a todos os que participaram dessa empreitada em favor da vida sem medo de enfrentar um local conhecido por sua periculosidade.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

INICIATIVA- VOCÊ CURTI A PAGINA DA MAX ALIMENTOS E ELES DOAM RAÇÃO PARA ONG

UMA CURTIDA=UMA REFEIÇÃO
Olha ai que iniciativa legal, da Max-Total alimentos, que criou a campanha uma Curtida igual uma refeição é bem simples Basta você entrar na Pagina da Max no Facebook , clicar na Foto CURTIR=1 REFEIÇÃO,  depois basta Clicar No Logo da Ong Amor de Bicho Não Tem Preço ABNTP, (é o primeiro que aparece na pagina) pronto a Max doará 100 Gramas de Ração para cachorro, Aproveite convide também os Seus amigos, Você faz o Bem sem gastar nenhum Centavo, Mas não esqueça, O Logo de Nossa ONG é o que aparece aqui embaixo

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

MÉDICO ESPECIALISTA GARANTE- SER HUMANO NÃO PRECISA DE CARNE

"O SER HUMANO NÃO NASCEU PARA SER CARNÍVORO"
O cardiologista e nutrólogo Julio César Acosta Navarro, com 20 anos de sua carreira dedicados a descobrir os efeitos da dieta livre de produtos de origem animal no organismo, garante que abolir a carne das refeições não oferece qualquer prejuízo à saúde. Para Navarro, o ser humano não nasceu para ser carnívoro.
A afirmação do Médico, que pode ser considerado o maior especialista no assunto do Brasil, Publicado na Obra; Vegetarianismo e Ciência (Editora Alaúde, 252 páginas, R$ 39), vem de encontro à uma propaganda da maior Rede de carnes do Brasil, vinculada no horario nobre das principais, emissoras de TV, onde uma nutricionista diz que a carne é essencial.
Para Navarro:
— Essa história de que na dieta sem carne há deficiência de proteína, vitaminas e sais minerais é mítica. Todos os alimentos vegetais têm esses nutrientes, mesmo que em níveis menores. Existem muitas formas de compor uma dieta equilibrada. Até mesmo grandes atletas adotam o vegetarianismo — diz o o médico chileno naturalizado brasileiro, que atua no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Não ingerir proteína acarreta a perda de massa muscular, fraqueza, déficit de crescimento, alterações metabólicas, cerebrais, de aprendizagem, musculares, cardiovasculares e imunológicas. Isto ocorre quando há falta de alimentos. A dieta vegetariana, segundo o médico, permite que se busque alternativas, como o próprio nome diz, nos vegetais.

O autor da obra faz apenas uma ressalva: mesmo o prato mais balanceado do vegetarianismo
será carente de um tipo de vitamina. A B12 é a única que não é encontrada em quantidades suficientes em nenhum outro alimento que não tenha origem animal. Ela é essencial para o bom funcionamento do Sistema Nervoso Central. Em falta, pode causar depressão, por exemplo. Os sinais mais claros do déficit desse nutriente é memória prejudicada e fraqueza. Por isso, aos adeptos do vegetarianismo é indicada uma suplementação alimentar, que pode ser em cápsulas ou injetável.

Os especialistas consideram a discussão sobre as perdas de substâncias essenciais para o corpo com a dieta vegetariana ultrapassada. Há agora uma busca pela educação da população, já que quando se decide adotar hábitos diferentes de alimentação deve-se ter acompanhamento médico e nutricional. O segredo do sucesso já é batido, mas não custa reforçar: equilíbrio.

Para a endocrinologista Patrícia Santafé, do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), a dieta em si é saudável. O problema, conforme a médica, é que a maior parte das pessoas elimina a carne e seus derivados por conta própria, sem se preocupar com a reposição de nutrientes essenciais.

— Quando corta todos os produtos de origem animal da alimentação e não compensa com outros alimentos, a pessoa pode apresentar deficiência de cálcio, de ferro e de gordura. Isso compromete o colesterol e pode causar anemia — adverte Patrícia.


Fonte: ZERO HORA

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Atenção, Protetores, NÃO DOEM ANIMAIS ESSA SEMANA, (Sexta-Feira 13)

SEXTA-FEIRAS 13 É RECONHECIDA
COMO DIA DE RITUAIS COM ANIMAIS
Estamos orientando a Todos Os protetores de Animais Independentes, ongs, e outros a Não fazerem doação de animais nessa semana, nos anos anteriores, em dias que antecederam a Sexta-Feira 13, aumentou muito a procura por "adoção de animais" algo em torno de 70% temos informações que muitos desses animais, foram usados como oferendas em "Rituais" (de magia negra), infelizmente essa pratica criminosa e abominável parece estar longe de acabar veja ao lado, anúncios colhidos hoje via internet, por isso solicitamos a suspensão de qualquer doação nessa semana.
ORIENTAMOS A TODA A POPULAÇÃO, QUE CASO PRESENCIE ALGO DO TIPO, DENUNCIE IMEDIATAMENTE, À POLICIA MILITAR TELEFONE 190 (Não precisa se identificar)

O que diz a Biblia
O justo tem consideração pela vida dos seus animais, mas as afeições dos ímpios são cruéis (Prov. 12:10)
Animais Mortos durante Rituais.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

ONG-AMOR DE BICHO NÃO TEM PREÇO RECEBE REGISTRO DEFINITIVO.

Organização Não Governamental (ONG)-Amor de Bicho Não Tem Preço (ABNTP) - Acaba de receber o Seu registro Definitivo.

Recebemos, na tarde dessa Terça-Feira (09/12/2013) com muita alegria, a informação do 2º Cartório de Registro Civil e Notas de Campinas, que Finalmente a ABNTP, conquistou o registro definitivo, De Organização Não Governamental, é um sonho, mas não o fim, e sim o inicio de um sonho de uma vida, que começa a se tornar realidade
Agradecemos a Todos que sempre confiaram no trabalho da ASSOCIAÇÃO AMOR DE BICHO NÃO TEM PREÇO, Foi um Grande Presente de Natal, e estaremos mais fortalecidos pela luta de nossos animais.

domingo, 1 de dezembro de 2013

URGENTE: Tempestade causa estragos na AAAC

A forte tempestade que caiu na noite de , sexta-feira, em Campinas, provocou prejuízos no Vale dos Amigos, o abrigo da Associação Amigos dos Animais de Campinas. Duas baias no final do canil tiveram os caletões arrancados pelos vendaval, Segundo o Presidente da Onganização Flavio lamas, Pelo menos 25 caletões voaram e foram destruídos. Ao cair de volta, pedaços ainda estragaram mais caletões. Não temos o valor do prejuízo ainda, mas foi significativo. Por isso, pedimos aos amigos da causa animal, associados e admiradores do trabalho da AAAC que prestigiem nossas atividades de final de ano, como o Pet´s Day, o Bazar de dezembro, a venda de agendas e camisetas. Precisaremos levantar dinheiro para cobrir estes gastos extras, além dos normais do dia a dia.
. Quem quiser colaborar expontaneamente, nossas contas bancárias são: Bradesco - ag. 2118-0 c/poupança 25.505-0; Itaú - ag. 2964, c/c 20.470-1 e Santander - ag. 3644 - c/c 13000570-1 CNPJ da AAAC: 52.343.878/0001-23.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

CAMPANHA NATAL SEM FOME

Somos um grupo que cuidamos atualmente de 80 animais resgatados das ruas, situação de riscos ou maus-tratos, nossos peludinhos consomem cerca de  1000 (mil) quilos de RAÇÃO todos os meses.
""POR ISSO LANÇAMOS A CAMPANHA NATAL SEM FOME, COM A META DE ARRECADAR UMA TONELADA DE RAÇÃO ""

Todos que fizerem suas doações concorrerão a um brinde personalizado de nossa ONG,
QUEM DOAR 25 KILOS OU MAIS RECEBERÁ O BRINDE AUTOMATICAMENTE (SEM SORTEIO)

Como doar:
Para quem for da Cidade de Campinas, Hortolândia, Sumaré ou Jaguariúna, pode comprar em qualquer local e retiraremos onde achar melhor (dentro dessas cidades)

Quem não morar nessas cidades, Pode fazer a doação através de Transação bancaria  

Banco Itau
agencia 8707
conta poupança 01415-0/500
Claudia de Carli
ou conta corrente 01415-0
agencia 8507 (ITAU)

Não se esqueça de nos enviar o comprovante pelo email, Amordebichonaotempreco@gmail.com

DESEJAMOS UM ABENÇOADO NATAL E UM PROSPERO ANO NOVO A TODOS

 O justo cuida bem e ama seus animais, mas a ganancia dos ímpios são cruéis.
Prov 12-10

CAMPINAS URGENTE, CÃO PERDIDO NA REGIÃO DO SWIFT

CÃOZINHO DA NOSSA AMIGA DAIANE FUGIU HOJE AS 8:00 HRS ATRAS DO EXTRA ABOLIÇÃO
Atenção Campinas, fugiu Hoje (26/11) por volta das 8:00 hrs da manhã, atrás do Hipermercado Extra Abolição, rua Afonso pena Criança de 4 anos, muito apegada ao animal, esta muito triste, por favor quem tiver noticias entre em contato Urgente (19) 981529102, se possível prenda o mesmo, até a chegada da familia (muito dócil)

sábado, 23 de novembro de 2013

DENUNCIA DE CRIME DE MAUS TRATOS EM SP, PODE SER FEITA PELA INTERNET

CLIQUE NO BOTÃO "DENUNCIA" DO LADO DIREITO E DENUNCIE AGORA MESMO

Agora vc pode denunciar crimes de maus tratos diretamente pela Internet, graças a uma iniciativa da OAB do Estado de São Paulo, é muito simples basta clicar no botão ao lado direito aqui da pagina, que abrirá uma pagina da OAB criada especialmente a esse fim , pronto basta mandar a Mensagem com sua denuncia, pode (deve) ser feitas denuncias de todos os tipos de maus-tratos, inclusive abandono ,e tambem contra os crimes de rodeios e similares lembrando que no estado de São Paulo Rodeios e similares, são proibidos desde 1995, por meio do Decreto estadual, 40.400/1995, em toda área urbana do estado, compartilhe essa noticia para que mais pessoas venham a saber dessa novidade e dessa forma, efetivar cada vez mais denuncias , contra aqueles que castigam nossos amiguinhos
PARABENIZAMOS A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, NO ESTADO DE SP, PELA BRILHANTE INICIATIVA !

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

ATO PELA VIDA EM CAMPINAS LEVA 600 PESSOAS AO CENTRO (NUMERO PASSADO PELA PM)

Cerca de 600 ativistas ligados a causa animal na Região Metropolitana de Campinas, se reuniram na manha dessa Quarta-Feira (20-11) em frente ao Palacio da Justiça em Campinas
A concentração ocorreu durante toda a manha e reuniu ativistas das cidades de Campinas, Hortolandia, Sumaré e Jaguariuna.
Durante o ato os ativistas usaram carro de Som , panfletos, faixas e cartazes, para chamarem a atenção para a crueldade que vem sendo praticado contra os animais pelo Mundo afora especialmente no Brasil e RMC.
Na ocasião os Anjos dos animais, fizeram diversas falas, entre elas, pediram imediatamente, O fim de todo tipo de testes em animais, fechamento do In. Royal em todo o Brasil, leis mais severas Contra os crimes de CLIQUE AQUI E OUÇA A MUSICA COM A LETRA.
maus-tratos, Alem de denunciarem que cidades da RMC, (Hortolândia, Sumaré, Americana e Jaguariuna) ainda ocorrem no crime da pratica de rodeios, Atualmente, essa pratica já é caracterizada como crime de maus-Tratos, alem de ainda o decreto estadual 40.400 de 1995 proibir o Rodeio e similares, em todo estado de SP. (Enquanto denunciavam o rodeio, o carro de som tocava a musica odeio rodeio do cantor e secretário de cultura da Paraiba Chico césar, que gentilmente autorizou a reprodução da musica aos ativistas)
O Ato contou com a presença de aproximadamente 10 ongs, protetores e ativistas Independentes, e tambem do presidente do Condema, (conselho Municipal de defesa do meio ambiente) e da Comissão
especial para defesa dos animais da OAB, marcado por uma impecavel organização, que foi lembrada pelo Sr Flavio lamas presidente, do Conselho Municipal de Defesa dos Animais de Campinas.
O evento teve apoio da Policia Militar que alem do policiamento da região central , Tambem deslocou ao local, tropas especiais, tais como a Força Tatica, Rocam, e Corpo de Bombeiros, que muito útil foram a realização do ato.

A Prefeitura de Campinas não quis se manifestar, Já as prefeituras da cidades de Hortolandia, sumaré Americana e Jaguariúna, não foram encontradas.





ATO LEVA MAIS DE 500 AO CENTRO DE CAMPINAS, MANIFESTAÇÃO PACIFICA A PARTE, CONFUSÃO E AGRESSÃO, CONTRA OS ATIVISTAS




O 1 Grande ato pela libertação e Vida animal da região Metropolitana de Campinas, foi marcado por muita energia positiva por parte das mais de 500 pessoas presentes à av. Francisco Glicério, O ato que estava marcado já ha mais de duas semanas para o largo do rosário, com ciência inclusive da policia militar teve de ser realizado em frente ao palácio da Justiça. pois a prefeitura com a desculpa do ato da consciência negra resolveu de ultima hora, montar palco e feira no Rosário dessa forma impedindo a realização do ato naquele local. Felizmente, a Coordenação do ato Agiu rápido e contou com apoio do comando da força tática e do corpo de Bombeiros ambos da Policia Militar. Que liberaram o largo em frente ao fórum (antigo palácio da Justica) para realização do mesmo.
O ato transcorreu da melhor forma possível, muitas falas encenações e musica contra os maus-tratos,  (aproveitamos para agradecer o canto Chico Cesar, por ter liberado o uso da Musica Odeio rodeio, que gentilmente foi durante o ato oferecido aos prefeitos das cidades da região onde há rodeios..)
O ato Lembrou diversas causas e exigiu, o fim de testes em animais, fechamento do instituto royal em todo o Brasil, penas mais rigidas e o fim de rodeios e similares em locais que mesmo proibido insistem em cometer tais praticas.
No final do ato, uma confusão pessoas de fora chegaram ao local e começaram arrancar as faixas, e agredir manifestante, um ativista inclusive chegou a dar Voz de prisão a um desses(Art 301 do CPP)  , após agredir uma senhora idosa, porem o mesmo valentão correu e se escondeu no meio da multidão o que evitou que fosse levado a delegacia de Policia.
EM BREVE POSTAREMOS AS FOTOS DO ATO

terça-feira, 19 de novembro de 2013

ATIVISTAS ESTÃO TENDO CONTAS DO FACE INVADIDAS EM CAMPINAS, AS PRINCIPAIS VITIMAS SÃO ORGANIZADORES DO ATO DESSA QUARTA FEIRA

Organizadores do Ato pela Vida e Liberdade Animal , Irão à Policia
Durante o decorrer de toda a semana . com pico de intensidade maior na tarde dessa Terça-Feira (19-11) os organizadores Do Ato pela Libertação e Vida Animal tiveram suas contas do face Invadidas ou sofreram a tentativa de invasão, O IP (Protocolo de Internet) de onde partiu a tentativa de invasão já foi localizado, e os ativistas pretendem Registrar queixa na Policia civil, logo após o ato dessa Quarta-feira 20 de Novembro, O Ato conta com mais de 1500 pessoas confirmadas somente pelo facebook


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

ATO PELA LIBERTAÇÃO E VIDA ANIMAL DE CAMPINAS RECEBE APOIO DE ARTISTAS E SOCIEDADE EM GERAL

NESSE DOMINGO A COORDENAÇÃO DO ATO PELA LIBERTAÇÃO E VIDA ANIMAL DE CAMPINAS, SE REUNIU NO TAQUARAL, ONDE RECEBEU APOIO DE LIDERANÇAS DA SOCIEDADE CAMPINEIRA E REGIONAL, ARTISTAS E POPULAÇÃO EM GERAL
Artistas e  lideranças regionais se unem em defesa da vida
LIDERANÇAS PEDEM FIM DE MAUS-TRATOS E PENA DE CADEIA

Não se esqueça o Grande ato pela libertação e vida animal ocorre nessa Quarta-Feira as 10 , em mais de 300 cidades de todo o Brasil, na Região Metropolitana de Campinas, Será No largo do Rosario , Avenida Francisco Glicério as 10 hrs.
Confirme e repasse o convite
CLIQUE AQUI PARA CONFIRMAR SUA PRESENÇA

Obs. O ato pela vida e libertação animal, ocorrerá simultaneamente em mais de 300 cidades de todo o Brasil , em Campinas Tambem será disponibilizado um abaixo-assinado pela reestruturação da delegacia de proteção aos animais, Que estará sobre responsabilidade de seus organizadores.

domingo, 17 de novembro de 2013

ABAIXO-ASSINADO PELA ESTRUTURAÇÃO DA DELEGACIA DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS DE CAMPINAS

CLIQUE AQUI E ASSINE AGORA MESMO

CMPDA, ONGS, Protetores e Cidadãos, reivindicam aqui a imperiosa necessidade do SEPAMA - Setor de Proteção aos Animais e Meio Ambiente receber, dos escalões superiores, o mesmo tratamento e a mesma atenção concedida aos demais setores existentes na Polícia Civil de Campinas com equipamentos e profissionais para poder prover a demanda de B.Os e Denúncias formalizadas existentes e atualmente sem condições de serem atendidas.


Porque o Setor precisa estar minimamente preparado para atender as demandas , com escrivão, equipe de investigação, viaturas, equipamentos específicos para o transporte dos animais, etc. estrutura e profissionais, como viaturas, escrivão e investigador


sexta-feira, 15 de novembro de 2013

OBA- INSTITUTO ROYAL É NOVAMENTE INVADIDO E ANIMAIS RESGATADOS

Ativistas compunham um grupo de 40 a 50 pessoas, entre homens e mulheres

Uma semana depois de anunciar o encerramento das atividades, o Instituto Royal, de São Roque (SP), que usava cães da raça beagle para testes de remédios, voltou a ser invadido  por ativistas na madrugada desta quarta-feira (13). 

De acordo com a historinha contada pela assessoria do instituto, os ativistas renderam os vigias e promoveram um novo quebra-quebra nas instalações. A maior parte dos equipamentos que permaneciam no local foi destruída e quase todos os roedores - cerca de 300 ratos e camundongos - que ainda lá se achavam foram levados. 

Os animais foram colocados em sacos plásticos comuns. Esses animais não haviam sido retirados quando o instituto foi invadido e depredado pela primeira vez, no dia 18 - na ocasião, os ativistas levaram 178 cães da raça e sete coelhos. 

De acordo com boletim de ocorrência (BO) registrado na Polícia Civil pelo instituto, os ativistas compunham um grupo de 40 a 50 pessoas, entre homens e mulheres. Muitos estavam encapuzados ou mascarados e alguns portavam facas e alicates. 

Três funcionários da empresa de segurança Gocil foram vítimas de agressão, além de ameaças, e passaram por exame de corpo de delito. Além de veículos pertencentes ao Royal, o automóvel de um dos seguranças foi danificado pelos ativistas. (VERSÃO DA ROYAL)

Os iativista picharam as iniciais da inscrição Animal Liberation Front, grupo extremista de libertação animal, nas paredes do prédio. Segundo o instituto, a direção mantinha contato com o Conselho Nacional de Experimentação Animal (Concea) para dar destinação correta aos roedores. 
O lero-lero do instituto continua, mas a gente corta aqui (risos)

A Polícia Civil usará imagens do circuito interno na tentativa de identificar os invasores. Ainda não se sabe se o grupo é o mesmo que invadiu o local no dia 18. Dos 178 cães levados na ocasião, apenas quatro foram recuperados. 

A ativista Luiza Mell, que participou da primeira invasão, disse que desconhecia a nova ação e pôs em dúvida a versão do instituto. O furto dos animais é investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba (SP). 

Já o Ministério Público Estadual (MPE) investiga denúncias de maus-tratos contra os animais pelo instituto. No dia 6, a direção do Royal divulgou nota anunciando o encerramento das atividades por causa das “elevadas e irreparáveis perdas” e, ainda, “o risco permanente à integridade física e moral de nossos colaboradores”.

Na nota a Royal não comentou sobre os recursos recebidos de maneira ilegal, e que provavelmente terá de devolver

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

ATO EM CAMPINAS - SHOW DE BOLA EM ORGANIZAÇÃO

ÚLTIMOS AJUSTES PARA DIA 20
 A BELEZA DE QUEM LUTA PELA VIDA!!!
Tudo certo para o grande Ato pela Libertação e vida animal da Região metropolitana de Campinas que ocorre no próximo dia 20, a organização do evento se encontrou ontem para dar os últimos ajustes estiveram todos presentes , inclusive o Presidente da AAAC e do conselho Municipal Flavio Lamas, que estava presente de coração como a Amiga Tati, sofreu um pequeno acidente (foi mordida por um cachorro) e não pode estar fisicamente presente.
Durante a reunião ficou tudo acertado, teve os informes, das áreas temáticas e tudo praticamente desde o comunicado do evento até mesmo, o fato da Policia Militar, garantir a realização do mesmo.
Agora é espalhar dia 20 as 10 horas no largo do rosário todo mundo lá !
ATENÇÃO
NÃO LEVE SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO.
PANFLETO QUE SERÁ DISTRIBUÍDO NO ATO

terça-feira, 12 de novembro de 2013

CAMPINAS SHOW DE ORGANIZAÇÃO, E TUDO LIBERADO COM QUASE 10 DIAS DE ANTECEDENCIA

C.F- POLICIA MILITAR GARANTIRÁ REALIZAÇÃO DO ATO

O Grande ato pela libertação e vida animal na Região de Campinas esta sendo Show-de-Bola, na tarde de ontem 11-11-13, Membro da organização esteve presente ao 8º BPMI (Oitavo Batalhão de Policia Militar do Interior) para comunicar o ato por escrito, protocolado e enviado ao comandante do Batalhão.


Segundo a Constituição Federal (C.F.) cabe a corporação Policia Militar, a Garantia da Ordem Publica, e 
Zelar pelo cumprimento da Legislação Brasileira e no Caso em tela o Livre direito a manifestação, 
(Artº 144 da C.F.).


A PM deverá manter competente efetivo no local com o proposito de Garantir a Tranquilidade do Ato e dos Manifestantes. Tomando as providencias para que a programação da organização transcorra na mais perfeita Ordem.



INSTITUTO ROYAL, TERÁ DE DEVOLVER RECURSOS PUBLICOS

TEM DE IR PRA CADEIA
Na semana passada, o Instituto Royal encerrou as atividades, um mês depois de ser invadido por ativistas que o acusavam de maus-tratos a animais. Com o encerramento das atividades, o convênio firmado com o governo federal, no valor de R$ 5,2 milhões, que tinha duração até dezembro de 2014 ficou comprometido.

Segundo a Finep – Agência Brasileira de Inovação, em qualquer convênio, encerrado antecipadamente ou não, os recursos não utilizados devem ser devolvidos. “Não há hipótese de manutenção dos recursos sem o desenvolvimento do projeto contrato através do convênio em questão”, afirmou a assessoria da imprensa da entidade.

A agência já solicitou os Relatórios Técnicos e Prestações de Contas e irá averiguar a situação do Instituto Royal para analisar a possibilidade de encerramento antecipado do convênio. “Estamos aguardando os documentos que formalizarão a decisão e esperamos ter uma posição formal em breve”.

De acordo com a Finep, qualquer decisão sobre o andamento do convênio dependerá de avaliação da capacidade da instituição de alcançar o objetivo contratado. Em relação ao fato do total de recursos previstos no convênio ter sido repassado para o laboratório no ano passado, apesar da previsão de duração ser até o final de 2014, a entidade afirmou que o desembolso integral dos recursos não significa que o projeto dispense um cronograma de execução, “que irá depender de seu escopo e dos resultados a serem entregues até a data final do convênio”.

O financiamento ao Instituto Royal ocorreu a partir de demanda específica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) em parceria com o Ministério da Saúde (MS) para o projeto “Criação, Manejo e Fornecimento de Animais para Desenvolvimento Pré-Clínico de Fármacos”.

Os recursos foram provenientes de Fundo Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). O montante foi dedicado, sobretudo, à infraestrutura laboratorial. A Finep afirmou que realiza o acompanhamento constante de todos os nossos convênios e exigimos que as instituições apoiadas que fazem este tipo de pesquisa estejam regularizadas junto aos órgãos fiscalizadores especializados. A obrigação da FINEP como financiadora é garantir que as instituições atendam às normas estabelecidas por estes órgãos.

Auditoria específica que possa vir a ser realizada pela própria FINEP refere-se estritamente a questões econômico-financeiras e ao resultado do projeto. A entidade ressaltou que o projeto do Instituto Royal seguiu todos os preceitos expressos em legislação.

O instituto está credenciado junto ao Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA), órgão do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação responsável por credenciar instituições para criação ou utilização de animais em ensino e pesquisa científica, e possui Comissão de Ética no Uso de Animais – CEUA devidamente credenciada e com relatório cadastrado junto ao MCTI.

Sigilo Na última sexta-feira (8), a decisão da diretoria da Finep que aprovou o projeto apresentado pelo Instituto Royal para conseguir financiamento de R$ 5,2 milhões do governo federal foi considerada sigilosa, conforme documentação tarjada encaminhada ao Contas Abertas. A decisão 1420 foi tomada em 27 de outubro de 2010, tendo como relator Eugenius Kaszkurewicz, diretor da área na época.

Segundo a Finep, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI), as informações são secretas em razão dos conteúdos do projeto serem voltados para o desenvolvimento científico e tecnológico.

O sigilo estaria justificado pela Lei de Acesso à Informação (12.527/2011). O artigo 23 da legislação apontada pelo Finep afirma que a divulgação dos dados poderia prejudicar ou causar riscos ao projeto. O item está incluído na seção que classifica as informações públicas consideradas imprescindíveis à segurança da sociedade ou do Estado.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

ATO PELA VIDA ANIMAL, E CONTRA O FECHAMENTO DA DELEGACIA DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS DE CAMPINAS

LARGO DO ROSÁRIO, 20 DE NOVEMBRO AS 10 Hrs.
DIVULGUE AO MAXIMO ESSA FIGURA
Protetores Independentes, ativistas, e Entidades, ligados a Causa Animal na Região metropolitana de Campinas (RMC) estão preparando para o próximo dia 20 um Grande ato, no largo do Rosario em campinas, as 10 horas, o ato que tem Caráter nacional ,1º GRANDE ATO CAMPINAS-SP, PELA VIDA ! LIBERTAÇÃO ANIMAL JÁ!!, Em campinas Também será contra o fechamento e por uma estruturação e condição de trabalho a Delegacia de Proteção aos Animais da Região, os ativistas, querem Imediatamente a Volta da Delegada DRª Rosana Vescovi Mortari  ao cargo de Titular da delegacia especializada, alem do fim da Intromissão Politica nos trabalhos da Policia especializada.
A Organização do Evento pede a todos, que espalhem ao máximo o banner  pelas redes sociais, e em qualquer lugar que seja possivel, 
O Ato entre outros terá os seguintes Propósitos:

* FECHAMENTO DO In. ROYAL (EM TODO BRASIL E FORA DELE TAMBEM).
* LEI CONTRA TESTES EM ANIMAIS.
* LEIS MAIS RIGIDAS PARA CRIMES DE MAUS-TRATOS
* CASTRAÇÃO E CHIPAGEM EM TODAS AS CIDADES.
* PRONTO ATENDIMENTO VETERINÁRIO GRATUITO
* PROIBIÇÃO DO RODEIO EM TODO O PAÍS 
(Embora o Rodeio já seja Considerado crime de Maus-tratos, e Proibido em áreas Urbanas desde 1995 em todo estado de São Paulo, A pratica continua acontecendo em Várias Cidades da RMC, tais como: Hortolândia, Sumaré , Americana, Jaguariúna, entre outras)

domingo, 10 de novembro de 2013

NÃO-AO FECHAMENTO DA DELEGACIA DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS DE CAMPINAS


A Delegacia de Proteção Animal de Campinas Não Pode Fechar Suas Portas! Participe do Ato Público em Defesa 'A Vida e 'A Dignidade Dos Animais. Sua Presença, Para Eles, Faz Diferença! 
DIA 20/11 - 10 h em diante - LARGO DO ROSÁRIO. Eu Vou!

Por favor repassem aos amigos, vamos nos unir pelos que não tem voz.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

1º GRANDE ATO CAMPINAS-SP, PELA VIDA ! LIBERTAÇÃO ANIMAL JÁ!!

DIA 20 DE NOVEMBRO (FERIADO) AS 10 HORAS NO LARGO DO ROSÁRIO
TROQUE A FOTO DE CAPA DO SEU FACE POR ESSA
Esta sendo organizado para o próximo dia 20 de Novembro feriado, Um grande ato que Reunirá protetores de toda a região, No largo Do Rosário em Campinas.
O ato é NACIONAL, e acontecerá simultaneamente em quase todas as Cidades do Brasil, Em Campinas o Ato deverá ser regionalizado, Lideranças dos ativistas da Causa em Cidades, como Hortolândia, Sumaré e Valinhos, Já confirmaram participação, porem outras cidades devem aderir ao manifesto regionalizado.
A seguir o texto que esta convidando pelas Redes Sociais
Você saiu as ruas por R$0,20 ??? Venha então lutar por uma vida!
Seja você um ativista, um defensor, um protetor, um adorador ou simplesmente uma simples pessoa que AMA E RESPEITA os animais.
A CAUSA É UMA SÓ: LIBERTAÇÃO ANIMAL!!!!

Venha lutar pelos direitos dos que não podem falar!

Não vamos pras ruas por cachorros e gatos! Vamos por todos eles! Vacas, bois, porcos, galos, galinhas .... TODOS JUNTOS PODEMOS!

DIA 20 O BRASIL FICARÁ PEQUENO!
SÃO MUITOS OS MOTIVOS:

FECHAMENTO DO INSTITUTO ROYAL 
LEI ANTI-VIVISSECÇÃO EM TESTES EM ANIMAIS NO BRASIL
CPI JÁ - LEIS MAIS RÍGIDAS PARA MAUS-TRATOS EM ANIMAIS
CONSCIENTIZAÇÃO DE NOSSA SOCIEDADE PARA O VEGANISMO 
PROIBIÇÃO DE QUALQUER ATIVIDADE QUE EXPLORE A VIDA ANIMAL (VAQUEJADAS,RODEIOS,PESCAS ETC)

Traga faixas cartazes e outros, vamos fazer barulho:
Ajude a divulgar, COMPARTILHE ESSA NOTICIA.

MP abre inquérito civil sobre maus-tratos a cães e dano ambiental de ONG fundada por Deputado, Feliciano Filho

NA MIRA

UPA vira alvo de ação da Promotoria


O deputado estadual Feliciano Nahimy Filho (PEN), que tem na causa animal a sua principal plataforma de ação social e política, é alvo de um inquérito civil aberto pelo Ministério Público (MP) e de uma investigação na esfera criminal por parte da Procuradoria-Geral de Justiça de São Paulo. Ambos são relacionados a supostas irregularidades cometidas na antiga sede da União Protetora dos Animais (UPA), organização não governamental fundada pelo parlamentar em 2001, localizada em uma fazenda no Jardim Califórnia, em Campinas.

Além de supostos maus-tratos, que seriam cometidos contra cães no local, as autoridades verificam denúncias de que a sede do grupo invadiu uma Área de Proteção Permanente (APP) e que seus funcionários costumavam descartar detritos e produtos químicos usados na limpeza do espaço em um córrego vizinho.

Após depoimento do antigo caseiro da propriedade, Luís Eduardo Silva, as autoridades também investigam se ele e sua família viviam em condições análogas à escravidão. Ainda está sendo verificada a denúncia de que Feliciano e o ex-vereador Vicente Carvalho, atual presidente da UPA, teriam desviado seus assessores parlamentares para atuar como funcionários da entidade, algo que configuraria crime de improbidade administrativa.

Em Campinas, a investigação está nas mãos da promotora de Meio Ambiente, Patrimônio e Saúde Pública, Cristiane Corrêa de Souza Hilal. As questões criminais foram encaminhadas para a procuradoria — sob os cuidados do desembargador Luis Ganzerla — pelo fato de Feliciano ter foro privilegiado como deputado. Os procedimentos foram abertos após uma diligência realizada em agosto pelo Setor de Proteção Animal e Meio Ambiente da Polícia Civil e a Polícia Militar (PM) Ambiental na sede da UPA. Na ocasião, as autoridades encontraram cerca de 50 cães mantidos em condições precárias de estrutura e higiene, alguns deles doentes. Quatro cães mortos foram localizados em um saco plástico, deixados dentro de uma geladeira juntamente com uma quantidade de carne moída que estava estragada e alguns remédios veterinários.

Diversas pessoas ligadas ao caso já foram ouvidas pela promotora Cristiane, que concedeu entrevista ao Correio ontem. Ela contou que, ao analisar primeiramente as supostas irregularidades ambientais, se deparou com informações que levaram às outras suspeitas. “A sede da UPA estava em uma área rural, em um local onde não havia alvará de funcionamento ou licença para exercer aquele tipo de atividade. Existia ali uma construção a 18 metros de um córrego, quando a gente sabe que, em Áreas de Proteção Permanente, é preciso uma faixa de pelo menos 30 metros de distância para justamente não contaminar a água ou exacerbar o processo de erosão”, disse. “Isso está documentado em um laudo que a Prefeitura fez, que é muito enfático em confirmar o dano ambiental.”

A promotora confirmou ter recebido a informação de que tudo o que sobrava de produtos químicos usados para a limpeza do local, as fezes dos animais e restos de comida eram varridos para esse mesmo córrego. O MP solicitou um laudo para a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) sobre o assunto, que ainda não foi finalizado.
Ainda de acordo com a promotora, uma ex-funcionária da UPA ouvida pelo MP chegou a dizer que o endereço da sede da entidade, para onde eram levados aos animais, era sempre “um mistério” até para os integrantes da ONG. O depoimento da ex-funcionária diz que, quando perguntado, Feliciano justificava que não divulgava o endereço para que pessoas não levassem animais abandonados para o local. Segundo ele, o grupo não teria condições de atender a demanda. “Isso acaba sendo um contrassenso até com os princípios da instituição que busca justamente acolher os animais”, comentou Cristiane.

Paralelamente, a Procuradoria-Geral de Justiça investiga informações repassadas pelo caseiro que trabalhava na sede da UPA, de sua mulher e das duas filhas do casal. De acordo com as oitivas, o empregado não tinha folgas — inclusive no Natal e Ano Novo — ou horário estabelecido de trabalho, além de ganhar um salário mínimo. “Ele (o caseiro) deu um depoimento bem contundente em relação às condições em que vivia. Ele e os cachorros. Isso pode tipificar uma conduta de escravidão. Você paga muito pouco para uma pessoa trabalhar de sol a sol sem obedecer a legislação trabalhista”, afirmou a promotora.

O depoimento de uma das filhas trata sobre o pagamento de um valor muito pequeno para que ela também trabalhasse sem horário e nenhuma garantia trabalhista ou direitos. “Uma das meninas ainda afirmou que, por estar em um local de difícil acesso e sem transporte, não conseguia estudar. Claro que ele (Feliciano) não prendia a menina em casa e a proibia de estudar, mas as condições que aquela família acabava se sujeitando, por absoluta miséria e necessidade, impedia que eles tivessem uma condição de vida minimamente digna. Isso tudo ainda está sendo apurado”, disse.

Especificamente na questão do canil, o MP quer saber onde exatamente estão os cães que foram localizados pela diligência da polícia em agosto. “Tivemos informações de que alguns deles foram recolhidos por veterinários para receber atendimento. Integrantes da própria UPA informaram que a polícia deixou os animais sob a responsabilidade do Vicente, mas não há informações claras até agora. Eu pedi relatórios individuais de cada animal, mas eles (integrantes da ONG) mandaram um relatório de um veterinário, contrato pela UPA, dizendo que todos os animais estavam bem e saudáveis.”

Diante das diferentes posições da ONG e da polícia, a promotora pretende confrontar os laudos dos veterinários envolvidos no caso, os que foram acionados pela polícia e o profissional contratado pela UPA. “Já solicitamos ajuda do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado, órgão totalmente isento e imparcial, para analisar a razão de termos laudos tão díspares. Alguma coisa está errada. Um diz que os cachorros estavam em péssimas condições e outro diz que eles estavam ótimos.” 

Improbidade

No decorrer do trabalho do MP, Cristiane foi informada de que Feliciano, assim como o então vereador de Campinas Vicente Carvalho (PV), estaria supostamente usando assessores parlamentares para trabalhar na ONG. “Isso configura desvio de função pública. Os assessores parlamentares, você pressupõe, que trabalhem a serviço do interesse público”, disse a promotora do Meio Ambiente. “Se isso for comprovado pode gerar uma ação civil de improbidade administrativa. As consequências podem ser a suspensão dos direitos políticos por um período de cinco até oito anos”, confirmou Cristiane.

Agora, a Promotoria espera que Feliciano e Vicente, que foi procurado durante todo o dia de ontem e não foi localizado, apresentem suas listas de assessores (atuais e antigos) para que eles sejam ouvidos.

Unidade desativada está abandonada e acumula lixo 
A reportagem do Correio esteve na tarde de ontem no local que até o último mês de agosto servia de abrigo para dezenas de cães recolhidos pela União Protetora dos Animais (UPA), no Jardim Califórnia, em Campinas. A entidade encerrou suas atividades. O espaço precário, mais parecido com uma antiga área para a criação de porcos, está abandonado e repleto de lixo. Pelo chão foi possível encontrar sapatos e variadas peças de roupas dos antigos moradores, como se os objetos tivessem sido deixados às pressas por ali.

Isso se mistura a embalagens de produtos de limpeza, comida canina, equipamentos para aplicação de agentes químicos e utensílios utilizados em animais espalhados em diversos cantos. Ao lado do espaço onde ficavam os cachorros também foi encontrado um colchão velho. Em outro cômodo, um beliche foi deixado junto a latas novas do que parece ser tinta, ainda no plástico. Do lado de fora, um vaso sanitário solto estava coberto por um lençol. Cabos de energia, puxados de forma improvisada, ainda permanecem ali.

Camadas de cal foram colocadas nas áreas dos animais, mas isso não tornou o espaço mais confortável. Em meio a uma vegetação densa da fazenda, a estrutura não parecia ter proteção contra, por exemplo, o frio. O lixo visto ao redor das áreas onde ficavam os cães também foi percebido na beirada de um córrego.

 



Fonte : Rac.com 

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Mobilização multicultural, dia 10/11, para impedir a alienação de área com 4 nascentes do Ribeirão Anhumas em Campinas

Vamos juntos?
No próximo Domingo, dia 10/11 às 9h, a Rede Unicidade realiza uma grande mobilização multicultural, com diversas atividades culturais e uma marcha pacífica em defesa de uma área pública onde se situam 4 nascentes do Ribeirão Anhumas, que está sendo alienada pelo Governo do Estado de SP (projeto de lei 650-2012). A área verde fica em frente ao Parque Ecológico M.E.J.S. na Vila Brandina.

No Sábado, 9/11 às 9h, haverá atividades pelas praças centrais da cidade (Largo da Catedral e Centro de Convivência), com panfletagem, abaixo-assinado e apresentações artísticas.

A "Marcha Águas Paz da Conceição na CIP - Pelo Bem Público de Campinas" tem o intuito de reunir crianças, pais, membros da comunidade artística, lideranças comunitárias, ambientalistas, profissionais diversos e a sociedade de Campinas e região numa grande marcha de sensibilização em defesa deste bem público.

Em prol desta causa, Associações sem fins lucrativos, coletivos culturais, representantes da sociedade civil organizada e profissionais de diversas áreas em Campinas, indignados somaram forças na REDE UNICIDADE para realizar desde setembro diversas atividades para chamar a atenção das autoridades e da população em geral acerca da alienação desta área pública ordenada pelo Governo do Estado de SP em julho passado, área esta remanescente da antiga "Fazenda Mato Dentro", onde se situam as cabeceiras da mircrobacia do Anhumas preservadas no local pela Associação Plantando Paz na Terra.

A Unicidade propõe para esta área a permanência e continuidade da construção da CIP - Cidade Internacional da Paz, um centro de convivência e aprendizado que envolve diversos setores da sociedade na direção de novas formas de viver em cidades. E a defesa e preservação do propósito socioambiental desta área pública, contemplado nos objetivos da CIP.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

VITÓRIA- ""INSTITUTO ROYAL ENCERRA AS ATIVIDADES DEFINITIVAMENTE""

SÓ NA PRESSÃO 
O Instituto Royal anunciou nesta quarta-feira que decidiu interromper definitivamente as atividades de pesquisas animais realizadas em seu laboratório de São Roque, no interior de São Paulo, menos de um mês após ser invadido por ativistas que acusam a instituição de maus-tratos. Segundo o instituto, a decisão levou em conta "as elevadas e irreparáveis perdas" decorrentes da invasão, além do clima de insegurança criado desde então.
LENGA-LENGA.....(AFF)
"Tendo em vista as elevadas e irreparáveis perdas e os danos sofridos em decorrência da invasão realizada no último dia 18 - com a perda de quase todo o plantel de animais e de aproximadamente uma década de pesquisas -, bem como a persistente instabilidade e a crise de segurança que colocam em risco permanente a integridade física e moral de seus colaboradores, os associados concluíram que está irremediavelmente comprometida a atuação do Instituto Royal para dar continuidade à realização pesquisa científica e testes mediante utilização de animais. Por este motivo, o instituto decidiu encerrar suas atividades na unidade de São Roque", anunciou a direção do Royal".
De acordo com o Instituto Royal, o encerramento das atividades levará à demissão de funcionários, que já foram comunicados da decisão. "A decisão, por ora, não afetará a unidade Genotox, de Porto Alegre (RS), onde não se faz experimentação animal", completou o instituto, que também manterá em funcionamento o Comitê de Ética, "formado por colaboradores do laboratório, que conta com veterinários, biólogos e membros da Sociedade Protetora dos Animais, conforme a legislação vigente".
Os animais remanescentes no instituto continuarão recebendo "tratamento e destinação adequados", garante a instituição, que lamentou a interrupção de pesquisas com testes pré-clínicos para o desenvolvimento de medicamentos para o tratamento de doenças como câncer, diabetes, hipertensão, epilepsia, entre outros. "Com essa decisão, interrompe-se o trabalho do único instituto laboratorial do Brasil capacitado e regulamentado para exercer este tipo de pesquisa. A partir de agora, qualquer empresa interessada na realização de testes para registro de medicamento será obrigada a realizar suas pesquisas fora do País, até que outro laboratório seja credenciado pelo Concea (Conselho Nacional de Controle e Experimentação Animal) para essa atividade", cita o instituto.


Briga política: corregedoria faz devassa em delegacia de animais de Campinas-SP

A Corregedoria da Polícia Civil convocou cerca de 20 policiais civis para ouvi-los sobre a atividade desenvolvida pela Delegacia de Proteção aos Animais. O pedido para a apuração de suposto abuso teria partido da Assembleia Legislativa. O pano de fundo, na verdade, é a operação feita em agosto deste ano pela delegacia contra a ONG UPA (União Protetora de Animais), ligada ao deputado estadual Feliciano Filho (PEN), por várias irregularidades ambientais.
A convocação irritou os policiais que entendem que estavam apenas desenvolvendo a função que o Estado determina. Após a operação da Polícia Civil, chefiada pela delegada Rosana Mortari, que foi candidada a vereadora, a Prefeitura de Campinas multou a ONG em R$ 45 mil por irregularidades ambientais.
Na época, a Polícia Civil encontrou cerca de 40 animais em condições de maus-tratos e também filhotes mortos guardados dentro de um freezer no sítio da entidade, localizado no Jardim Califórnia.
Em entrevista anterior, o político disse que a denúncia tinha motivação política. Quanto aos animais congelados, informou que os guardou porque precisava fazer o descarte em local correto.
Com informações do Blog da Rose

Todo nosso apoio aos Policiais que cumpriram com seu dever, especialmente a Drª Rosana e toda sua equipe